O Poder dos Chakras

Chakras: Uma Jornada de Equilíbrio e Transformação Interior

Você sabe o que é um chakra? Neste artigo abordamos o conceito e o Poder dos Chakras, suas tradições espirituais e filosóficas antigas, como o hinduísmo, o budismo e o yoga. Se você deseja conhecer e aproveitar todo o potencial do poder dos chakras para promover o equilíbrio e a transformação interior, está no lugar certo!

O que são Chakras?

Segundo filosofias orientais, os chakras são 7 centros de absorção, exteriorização e administração de energias de nosso corpo sutil. A palavra chakra tem origem no sânscrito e significa rodadiscocentro ou plexo. Os chakras são descritos como espirais de energia que giram em alta velocidade, como os elétrons, vibrando em vórtices de energia vital. Os chakras estão localizados em pontos específicos de nosso corpo, ao longo da nossa coluna vertebral.

Diversas religiões estudam os chakras há milênios e chamam atenção de pesquisadores da área espiritualista.  Existem alguns consensos acerca das funções, formas e funcionamento desses pontos de energia. De acordo com estudiosos espiritualistas, cada chakras tem sua cor, significado e mantra específico com poder de ativar energias específicas.

Dessa forma, acredita-se que esses vórtices de energia desempenhem funções cruciais para nosso bem-estar físico, emocional, mental e espiritual. Portanto, manter os chakras energizados e em equilíbrio é essencial para alcançar uma vida plena e saudável. Afinal, somos energia, tudo é energia, nosso corpo material é formado por uma quantidade extraordinária de átomos e suas partículas subatômicas como os elétrons em constante movimento.

Os Sete Chakras Principais Para Iniciantes

Agora vamos conhecer cada um dos 7 chakras principais ao longo da coluna vertebral, associados a diferentes aspectos da nossa experiência humana. São eles:

Chakra Raiz (Muladhara)

Localizado na base da coluna vertebral, o chakra raiz está relacionado à nossa Segurança, Estabilidade e Senso de Pertencimento, ligado também à energia sexual. A palavra de origem sânscrito Muladhara (“mula” = “raiz” + “adhara” = “base”) e significa “base da existência”. A flor de lótus de 4 pétalas representa esse chakra, está associado à Cor Vermelha, Elemento Terra, pois corresponde a nossa energia vital e seu bija mantra é o “LAM”.

Chakra Sacral (Swadhisthana)

Localizado logo abaixo do umbigo, o chakra sacral está relacionado à nossa Criatividade, Prazer e Conexão Emocional. A palavra Swadhisthana (Swa” = “eu” + “Adhishthana” = “estabelecido”) tem origem na língua sânscristo e possui vários significados, entre eles seu significado principal seria “onde se estabelece o eu”, também é conhecido como “suporte ao sopro da vida” portanto associado ao ventre materno. A flor de lótus de 6 pétalas representa esse chakra, está associado à Cor Laranja, Elemento Água e seu bija Mantra é o “VAM”.

 

Chakra do Plexo Solar (Manipura)

Localizado no centro do abdômen, entre o umbigo e o estômago, o chakra do plexo solar ou celíaco está relacionado ao nosso Poder Pessoal, Autoestima e capacidade de tomar Decisões. A palavra Manipura (Mani” = “jóias” + “Pura” = “cidade”) tem origem na língua sânscristo e significa “cidade das jóias”, está associado ao estômago. A flor de lótus de 10 pétalas representa esse chakra e está associado à Cor Amarela, Elemento Fogo. Seu bija Mantra é o “RAM”.

 

Chakra Cardíaco (Anahata)

Localizado no centro do peito, o chakra cardíaco está relacionado ao amor, compaixão e conexão com os outros, equilíbrio, calma e serenidade. A palavra Anahata tem origem na língua sânscristo e significa “intocado” ou “não tocado”, está associado ao coração. A flor de lótus de 12 pétalas representa esse chakra, está associado à Cor Verde, Elemento Ar e seu bija Mantra é o “YAM”.

Chakra Laríngeo (Vishuddha)

Localizado na garganta, o chakra laríngeo está relacionado à comunicação, expressão e autenticidade. A palavra Vishuddha tem origem na língua sâncristo e significa “grande pureza”, está associado à boca (comunicação) e ao ouvido (audição). A flor de lótus de 16 pétalas representa esse chakra, está associado à Cor Azul Claro, Elemento Éter e seu bija Mantra é o “HAM”.

Chakra do Terceiro Olho (Ajna)

Localizado entre as sobrancelhas, conhecido como chakra da luz ou terceiro olho está relacionado à intuição, insight e consciência espiritual. A palavra Ajna tem origem na língua sâncristo e significa “controle” ou “centro de comando”, está associado à boca (comunicação) e ao ouvido (audição). Este chakra é representado por uma flor de lótus de 2 pétalas, está associado à Cor Azul Índigo, Elemento Pedra e seu bija Mantra é o “OM”.

 

Chakra Coronário (Sahasrara)

Localizado no topo da cabeça, o chakra coronário está relacionado à nossa conexão com o divino, espiritualidade e iluminação. A palavra Sahasrara tem origem na língua sâncristo e significa “Lótus de Mil Petálas” ou “Roda de Mil Raios” pois dele emana todos ou os demais chakras. Este chakra é representado por uma flor de lótus de 2 pétalas, está associado à glândula pineal,Cor Violeta, ligado à todos os elementos e seu bija Mantra é o “AUM”.

Equilíbrio e Desbloqueio dos Chakras:

Segundo a tradição hindu, quando os chakras estão desequilibrados ou bloqueados, podemos experimentar uma variedade de problemas físicos, emocionais e espirituais. Por outro lado, quando os chakras estão equilibrados e fluindo livremente, nos sentimos mais vibrantes, centrados e em harmonia com nós mesmos e com o mundo ao nosso redor.

Práticas que podem ajudar a equilibrar e desbloquear o poder dos chakras

  • Meditação: A meditação é uma ferramenta poderosa para equilibrar os chakras, pois ajuda a acalmar a mente e a conectar-se com a energia interior. Existem várias técnicas para a prática da meditação, que basicamente consiste em esvaziar a mente de pensamentos permitindo a conexão com o “Eu” livre do ego.
  • Mantras: Os Mantras ou Bijas mantras são vibrações sonoras sagradas com poder de potencializar energias específicas. Portanto, quando pronunciamos o som dessas palavras, esses sons se potencializam, desbloqueiam ou ativam a energia do chakra ao qual estão associados.
  • Yoga: A prática do yoga inclui posturas específicas (asanas) que visam estimular e equilibrar os chakras, promovendo o fluxo livre de energia pelo corpo. Isso se dá considerando que o movimento ativa energias.
  • Respiração Consciente: A respiração consciente, como a respiração abdominal ou a respiração alternada (nadi shodhana), pode ajudar a equilibrar os chakras, promovendo uma melhor circulação de energia pelo corpo. Afinal, o ar nos fornece o oxigênio, sem o qual não podemos viver e que alimenta todas as nossas células corporais.
  • Cristais e Pedras: Cada chakra é associado à uma pedra ou cristais e podem ser usados para ajudar a equilibrar e fortalecer sua energia.
  • Cromoterapia: Considerando que cada chakra corresponde a um cor, as cores podem ser utilizadas para doar energia perdida pelo chakra, promovendo sua revitalização e equilíbrio.
  • Aromaterapia: Óleos essenciais específicos podem ser usados para estimular e equilibrar os chakras durante a meditação ou práticas de relaxamento. Desse modo, os aromas atuam diretamente em nossa sistema límbico que é nosso “cérebro emocional” responsável por regular diversas funções entre elas nossas emoções, comportamentos, memória, aprendizado e motivação. Se você leu nosso artigo sobre a Lei da Atração, sabe que são nossas emoções que atraem e canalizam energias.

Benefícios do Equilíbrio dos Chakras:

Quando os chakras estão equilibrados e alinhados, experimentamos uma série de benefícios em nossa vida cotidiana, incluindo:

  • Maior Vitalidade e Bem-Estar Físico: Quando mantemos o equilíbrio adequado dos chakras promovemos uma boa saúde física e vitalidade, fortalecendo o sistema imunológico e reduzindo o risco de doenças.
  • Melhor Saúde Mental e Emocional: Chakras equilibrados promovem uma mente clara, emocionalmente estável e resiliente, ajudando a reduzir o estresse, a ansiedade e a depressão.
  • Relacionamentos Mais Harmoniosos: Quando nossos chakras estão equilibrados nossos relacionamentos também ficam mais harmoniosos, facilitando a comunicação, a empatia e a conexão emocional.
  • Crescimento Espiritual e Autoconhecimento: Chakras equilibrados promovem uma conexão mais profunda com o nosso eu interior e com o divino, facilitando o crescimento espiritual, o autoconhecimento.

Portanto, a consequência desse alinhamento é a conquista de uma vida plena, ou seja, o sucesso em todas as áreas da vida.

Conclusão:

Dessa forma, observando a localização dos chakras e suas cores e energia relacionadas, percebe-se que o chakra básico também chamado “raiz” nos “aterra”. Ou Seja, esse chakra tem haver com nossas energias mais densas corporais, nos mantém estáveis na terra, bem ligado ao mundo material. Ao mesmo tempo que quanto mais subimos, as cores e significados vão mudando até chegar ao topo de nossas cabeça representando nossa conexão com o divino e representando nosso corpo sutil.

Os chakras representam um aspecto fundamental da nossa experiência humana e da nossa jornada espiritual. Portanto, ao compreender e equilibrar esses centros de energia, podemos promover uma vida mais saudável, significativa e realizada em todos os níveis. Dessa forma ao explorar o poder dos chakras e incorporar práticas para equilibrá-los em nossa vida diária, podemos desbloquear nosso potencial máximo e viver com mais alegria, propósito e vitalidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima